Esta empreitada para a SIMTEJO teve por objectivo a erradicação das descargas de efluente doméstico para o rio Tejo e a melhoraria as condições de drenagem nas zonas baixas de Lisboa em altura de cheia.

Os trabalhos consistiram na remodelação de um colector com recurso a entubamento com rebentamento ou pipe busting, numa extensão aproximada de 230 mt junto ao mosteiro dos Jerónimos. O colector antigo em fibrocimento com diâmetro 400mm foi integralmente substituído por uma tubagem em PEAD DN560.

Em sequência foi instalado junto ao Cento Cultural de Belém um novo troço de coletor com recurso a perfuração por microtunelação, numa extensão aproximada de 120m, em diâmetro 1000mm com uma pendente de 0,2%.

Praça do Império – 2ª fase

Foi ainda reabilitado um troço de colector de esgoto em diâmetro 200mm através de encamisamento contínuo com manga em fibra de vidro e cura por radiação U.V.

A Manvia Condutas teve um papel fundamental na execução e concepção das soluções que tornaram possível a renovação de um importante emissário da cidade de Lisboa. A área circundante apresenta diariamente um fluxo de tráfego automóvel e pedonal bastante intenso, pelo que só com recurso a tecnologias NO DIG foi possível executar trabalhos com a qualidade e a segurança que os métodos tradicionais de vala aberta nunca permitiriam.